Praticar exercícios com fones melhora o rendimento?


A música pode ser um elemento capaz de nos distrair e desvincular a atenção da gente. Ela realmente é capaz de mudar o humor, o dia e com certeza capaz de mudar nosso rendimento durante o treino.
Pesquisei e vou explicar tudinho cientificamente.

 Ja viu academia sem música? não né?? todas sem exceção tem uma musica rolando... justamente por esse poder todo que música tem de dar ritmo ao nosso treinamento.
Mas dessa forma todas as pessoas estão obrigadas a ouvir as mesmas músicas, mas, porém, entretanto nem todas as pessoas possuem o mesmo gosto musical. Sendo assim, a música quando desagradável ao gosto pessoal ao invés de ajudá-lo, poderá atrapalhar o desempenho físico.
Quem aqui nunca se incomodou com alguma musica que não gosta ou que simplesmente não está no clima para ouvir aquele dia??

Por isso aderi aos fones e estou realmente apaixonada com a concentração aumentada e melhor ritmo, o tempo passa mais rápido e ousso aquilo que eu estou afim naquele momento e que combina com a atividade que eu for realizar... tenho lista pra caminhada, pra corrida e para  a musculação... rsrsrs... isso é tudo muito individual para ficarmos ouvindo todos as mesmas musicas, né não?

Tenho 2 modelos de fone e ambos são sem fio e bluetooth e da mesma marca, a SUDIO que sou apaixonada pelo design e qualidade. A marca é Européia mas vendem no Brasil pelo site (clique  AQUI)  preço super Ok e a qualidade das galáxias, e o melhor é que consegui um DESCONTO DE 15% no site deles para todos que usaram meu cupom: QUEROSERSARADA15 

Tenho o Regente que é este maior e estiloso.
                                                  

Também tenho o mais novo lançamento da marca o Sudio Tre, desenvolvido especialmente para a pratica de atividades de impacto, pois fixa muito bem na orelha sem ficar caindo.

                                              

Vamos falar da parte mais cientifica do assunto: 
Muitas pesquisas comprovam que a música tem uma relação muito forte com o estado psicofisiológico do sujeito, tendo assim, uma relação direta com o seu rendimento na prática do exercício físico (SANTOS, 2008). Diversos pesquisadores estudaram a influência da música no exercício físico, incluindo seu ritmo (lento e/ou rápido) e intensidade (volume alto ou baixo), sendo que os resultados obtidos indicam que a música realmente afeta a performance do indivíduo antes ou durante a prática de atividade física em crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Santos (2008) ainda afirma que durante o exercício físico o cérebro, a glândula pituitária e outros tecidos produzem uma série de endorfinas que causam euforia e reduzem a sensação de dor e cansaço. Contudo, esta alteração na percepção da dor é muito mais forte na presença de música com a ação da percepção seletiva do sistema nervoso central.

 Conforme ZANOLLI (2010), citando Karageorghis, quando o individuo pratica uma corrida ouvindo musica ele se desconecta perde a noção do tempo, não vê o tempo passar, esse estado é chamado pelos pesquisadores de “Estado de Flutuação”. O individuo vai mais longe nos treinos; sua percepção de esforço diminui em cerca de 10%; o estado de humor muda diminuindo as sensações de cansaço. As músicas que possuem um significado, por exemplo, de “superação” causam transformação da realidade fazendo com que inconscientemente traga a emoção para aquele momento.

                

Bóra então colocar o fone e ir pro treino mais estimulados.

Para ler mais pode acessar o estudo que usei como base para este artigo (clique aqui) , além da minha experiência pessoal.

Espero que tenham gostado.

Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas dúvidas e experiências.



Categorias

Visualizações

Arquivo