Alimentação Pré Treino

Um dos pedidos mais feitos para a pauta deste mês de março foi a questão da alimentação pré e pós treino. 
Entã, com auxilio de um nutricionista esportivo, hoje falaremos sobre a refeição pré treino. 
O que comer antes de ir treinar? quanto tempo antes?

Aqui, neste post, vamos nos ater as refeições sólidas, (sem falar sobre a suplementação, tema de post futuro). De uma forma simples e direta passar algumas dicas essecnias e genéricas que podem ser seguidas por praticantes de atividade física.



Vou mais uma vez usar uma analogia para lhes fazer entender o quanto a alimentação antes do treino pode intterferir no rendimento e resultados.

Um carro precisa de combutivel para funcionar. Ele pode até funcionar com um cobustivel de má qualidade, porém seu rendimento será diminuido e com o tempo isso pode leva-lo ao colapso... motor estragar.. Nosso corpo também precisa do combustivel correto e nas quantidades corretas.

O nutricionista esportivo Jakson Mendes ressalta que "a refeição pré treino irá proporcionar energia suficiente requerida durante um treino intenso, além de conter nutrientes capazes de manter o anabolismo muscular durante o treinamento". 
Esta refeição deve ser feita entre 45 – 90 minutos antes do treino, podendo variar por indivíduos, considerando que em alguns casos fazer a refeição 30 minutos antes do exercício pode ser indicado, essa variabilidade depende do tempo de esvaziamento gástrico, completa Jackson. 
No meu caso, gosto de fazer a refeição no minimo 1 hora antes e no maximo 1:30hs. Por que se for menos de 1 hora eu fico passando mal com sensação de peso e enjoo e se passar de 1:30 não cheo no final do treino de tanta fome.

Além da questão do tempo dado entre a refeição sólida e o treino é de suma importância a ingestão dos nutrientes corretos. Jakson cita os carboidratos complexos e proteínas de alto valor biológico. Não sendo indicado a ingestão elevada de fibras, frutose ou gorduras. 
Então, eu fico quase sempre é no bom e velho frango com batata doce pipow. Variando é claro a maneira de prepara-los e de apresentá-los no prato. Isso realmente faz toda a diferença para que consigamos manter o foco na dieta.

As minhas opções preferidas são:

O carboidrato ingerido na quantidade adequada garante o aumento no glicogênio muscular e hepático, proporcionando assim um melhor desempenho.
Para Jakson, essa prática trará como beneficio prevenir a hipoglicemia gerada pelo treino resistido, evitar o estado e fome durante o exercício, reduzir o catabolismo induzido pelo exercício, etc.
Segue exemplos de alimentos adequados para pré-treino:


- Carboidratos: Batata doce, purê de mandioca, arroz integral, macarrão integral, aveia, etc;
- Proteínas: Peito de frango, peixes (tilápia, atum, salmão...), ovos, carnes magras, etc.

As quantidades de cada ingrediente devem ser calculadas de acordo com o individuo e seu objetivo.

Espero que tenham gostado pessoal. E não percam o próximo post sobre as refeições pós treino.
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas dúvidas e experiências.



Categorias

Visualizações

Arquivo