Aprendendo a consumir ARROZ INTEGRAL!

Gente sarada do meu Brasil, quero compartilhar com vocês uma receita simples, facílima e que faz toda a diferença quando assunto é alimentação saudável.
Vamos trocar o arroz branco pelo arroz integral no seu dia a dia?




O consumo de grãos integrais traz inúmeros benefícios, pois diferentemente dos grãos refinados, os grãos integrais contém toda a semente de uma planta. Essa semente, às vezes denominada "grão", é constituída por três partes: farelo, gérmen e endosperma. (no arroz branco fica só o endosperma)

Por preservar mais nutrientes podemos observar na tabela abaixo, a diferença enorme entre as quantidades de minerais entre os tipos de arroz:
Esta tabela foi desenvolvida por estudantes em um trabalho de pesquisa, e mostra as diferenças nutricionais entre os tipos de arroz.

Vantagens do Arroz Integral

Em uma pesquisa feita por nutricionistas da Universidade Tufts, nos Estados Unidos, que analisaram a dieta de 2 800 pessoas. Entre elas, as que consumiam três ou mais porções de cereais integrais diariamente - e não abusavam dos refinados - tinham até 10% menos gordura visceral, aquela que se deposita barriga adentro e recobre órgãos como pâncreas, intestino e fígado. À primeira vista, a redução pode parecer pequena, mas as vantagens são imensas. 
Os tipos integral e parboilizado também ganham destaque pelos teores de metionina, um aminoácido essencial que evita a queda dos cabelos e hidrata pele e unhas. Sem contar que a metionina é precursora de um neurotransmissor, a serotonina, que é o hormônio da felicidade. O aminoácido ainda auxilia na redução do colesterol e afasta a fadiga crônica. 

Como eu aprendi a amar Arroz Integral

Bom, sempre fui fã do arroz branco. Isso veio de pequena, minha fazia sempre e pra mim, sempre foi o mais gostoso.
Com a vida adulta veio o conhecimento de todas estas questões levantadas e a necessidade de aprender a comer o arroz integral. 
No começo eu achava duro, sem graça... Mas hoje, posso dizer que   A M O , não vivo sem.

Eu costumo fazer uma mistura com vários tipos de arroz integral: uso fino longo, cateto, vermelho e selvagem (preto)... e nessa ordem eu doso as quantidades, pois está do mais barato para o mais caro!


Depois misturo na panela, dou aquela lavadinha básica. 
vai ao fogo baixo com um fio de óleo de canola ou algum óleo mais levinho que você tiver em casa.

Como já estou adaptada a uma dieta com pouquíssimo sal, nós sempre usamos e abusamos do alho pra dar aquele gostinho maravilhoso. Sal mesmo uso o light com menos sódio ou o sal grosso, quando já tem água adicionada. É muito bom.

Recomendo que utilizem o triplo de água (3 vezes a quantidade de arroz) e deixem cozinhando em fogo baixo até acabar a água!

É só se deliciar com esta mistura hiper nutritiva e deliciosa!

E você? Como faz seu arroz integral??
Me conta aqui nos comentários, quero saber!

Beijos


Referências
“Composição Mineral de Cultivares de Arroz Integral, Parboilizado e Branco” de autoria de Cristiane Casagrande Denardin, Leila Picolli da Silva, Cátia Regina Storck e José Laerte Nörnberg – elaborado com auxílio do IRGA, CAPES e CNPq. Em Alim. Nutr., Araraquara, v. 15, n. 2, p. 125-130, 2004.




Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas dúvidas e experiências.



Categorias

Visualizações

Arquivo